Solidariedade em Ação: Voluntárias Criam Lavanderia para Vítimas de Enchentes em Porto Alegre

Após as devastadoras enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul, uma onda de solidariedade tem varrido o estado, e duas voluntárias de Porto Alegre se destacam nesse movimento. Amanda Santos e Bruna Rabello uniram esforços para estabelecer uma lavanderia voluntária, oferecendo seus serviços para mais de 1,5 mil pessoas e 300 animais alojados em abrigos públicos da capital.

Desde segunda-feira (13), essas dedicadas voluntárias têm percorrido 14 abrigos, coletando roupas para lavar e devolver aos necessitados. A iniciativa surgiu da constatação de que muitos abrigos carecem de instalações adequadas para lavagem e secagem de roupas, levando muitos a descartarem peças que poderiam ser reutilizadas se não fosse pela falta de condições de higiene.

A casa da mãe de Bruna, localizada na Avenida Juca Batista, no bairro Hípica, tornou-se o ponto de operação da lavanderia voluntária. Equipada com oito máquinas de lavar e oito de secar, todas doadas, o espaço recebe também manutenção voluntária. No entanto, para manter o funcionamento e ampliar o alcance do projeto, são necessárias mais doações, desde produtos de limpeza até contribuições em dinheiro.

Um perfil nas redes sociais foi criado para divulgar a iniciativa e facilitar o processo de doação. Além disso, pontos de coleta foram estabelecidos nas avenidas da Cavalhada, 6.677, e Carlos Barbosa, 95.

Enquanto isso, o nível do Guaíba em Porto Alegre continua a diminuir, mas ainda há áreas inundadas, incluindo o aeroporto Salgado Filho e a estação rodoviária. Apesar de algumas pessoas já estarem retornando para suas residências, mais de 13 mil permanecem em 155 abrigos, conforme informações da prefeitura.

A situação permanece desafiadora, com o Guaíba mantendo-se acima da cota de inundação. A tragédia provocada pelos temporais deixou um saldo de 154 vítimas fatais e 104 desaparecidos, com mais de meio milhão de pessoas deslocadas, das quais mais de 77 mil estão abrigadas. O caminho para a recuperação será longo, mas a solidariedade demonstrada por Amanda, Bruna e tantos outros é um raio de esperança em meio à adversidade.

By Victoria Poletti

Confira!